Adilson Farrapeira

(61) 3248-6858
contato@dradilsonfarrapeira.com.br

Arquivo da Categoria ‘Notícias’

Laser CO2 fracionado

O que é laser CO2 fracionado

Laser CO2 fracionado: Tecnologia projetada para o combate aos sinais cutâneos causados pelo envelhecimento, exposição em excesso aos raios solares, entre outros fatores. Seu mecanismo de ação permite que seja feita a dermoabrasão com uma profundidade muito bem calculada, o que faz com que seja um procedimento seguro.

Durante o procedimento com laser CO2 fracionado é possível notar a imediata contração da pele, isso porque o colágeno a partir de 60 graus contrai e permanece nesse estado por até 14 dias após um resurfacing, por exemplo. Após esse período, acontece uma gradual melhora com a deposição do neocolágeno e por meio da reorganização dérmica.

Esse mecanismo atua estimulando a produção natural de colágeno ao mesmo tempo em que diminui as cicatrizes traumáticas e cirúrgicas, ameniza as manchas na pele e atua de modo satisfatório sobre as estrias.

Desde muito o laser de CO2 é utilizado em blocos cirúrgicos para diversos tratamentos, porém, o laser CO2 fracionado tem um menor downtime, de modo que o tempo de recuperação do paciente dura de três (3) a sete (7) dias. Isso significa que não há a necessidade do afastamento das atividades rotineiras por grandes períodos.

A recomendação que se faz após o uso do laser CO2 fracionado é que se tenha um maior cuidado com a incidência dos raios solares sobre a pele. Assim, é indicado que se use filtro solar com alto nível de proteção UVA e UVB.

Como funciona o laser Co2 Fracionado?

O laser Co2 Fracionado atua disparando vários “microfeixes” de modo que não atinge a região tratada de forma intensa e ininterrúpta. Dessa forma, as pequenas partes da pele que não são atingidas, auxiliam no processo de cicatrização das demais, ou seja, agem como “pontes” que favorecem a reestruturação do tecido. O tratamento com laser CO2 fracionado deve ser feito entre três (3) e quatro (4) sessões, cada uma com duração de 20 a 45 minutos.

Geralmente, entre uma sessão e outra, dá-se um intervalo de no mínimo duas (2) semanas. Entretanto, o número de sessões, bem como a duração de cada uma, somente pode ser definidos pelo médico responsável. Nos primeiros dias após as sessões, a pele pode tomar uma coloração rósea e apresentar edema – inchaço – sendo mais comum no primeiro dia.

Devido a estas características, o laser CO2 fracionado possui diversas indicações, veja algumas a seguir.

Cicatrizes de Acne: O laser CO2 fracionado pode obter bons resultados no tratamento de cicatrizes de acne. Em algumas sessões é possível perceber a diminuição das depressões causadas pela doença.

Tratamento de Rugas: Assim como as cicatrizes de acne, o tratamento de rugas a laser ajuda no nivelamento das depressões causadas por rugas de expressão, por exemplo.

Manchas na Pele: Com o laser CO2 fracionado, é possível realizar um bom tratamento de manchas na pele, de modo a estimular o rejuvenescimento da região em que foi aplicado.

Os cuidados pós-operatórios com a cirurgia de implante mamário são relativamente simples…

Nas primeiras 48 horas:

* Mantenha repouso relativo no leito, evitando esforços.

* Mantenha a cabeceira levada a 45 graus ou dois travesseiros grandes.

* Continue com a medicação indicada pelo cirurgião sem interrupções após a cirurgia.

* Alimentação leve nas primeiras 24 Hrs.

* Comunique ao seu médico qualquer anormalidade ou dúvida.

Nos primeiros 15 dias :

*Evite movimentos que levantem os braços além da altura do ombro.

* Evite passar os braços além da linha das costas.

* Não pegar pesos nem fazer esforços físicos.

* Evite dirigir ou pegar ônibus nesse

* Não retirar as fitas de Micropore.

No 2o dia a mama já pode ser lavada com água e sabão anti-séptico. Após a limpeza, pode-se

usar secador de cabelos com ar frio para secar as fitas de micropore e passar álcool a 70% Os

pontos são retirados entre o 7o e o 15o dias do pós –operatório e, por volta do terceiro mês já há

uma regressão de edema suficiente para se ter uma avaliação bastante próxima do definitivo.

Com relação às cicatrizes, somente após um ano a um ano e meio atingirão a maturidade estética

e não devem ser avaliadas antes deste período.

Dr. Adilson Farrapeira Jr.
Cirurgião Plástico
CRM-DF: 12989

Brasil inicia campanha nacional para prevenção do câncer de pele

cancer de peleO Ministério da saúde e a Sociedade Brasileira de Dermatologia iniciaram neste sábado uma campanha nacional para a prevenção do câncer de pele, uma doença que a cada ano registra no Brasil 150 mil casos.

Em todo o país foram instalados 126 postos especiais para realizar exames sobre esse mal, que representa cerca de 30% dos casos de câncer anualmente comprovados no país.

“Trata-se de uma ação em massa que, além de prevenir, procura conscientizar sobre a variedade de câncer mais comum”, declarou a presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia, Denise Steiner, citada em uma nota da entidade, que organiza o “Dia Nacional de Combate ao Câncer de Pele” juntamente com o Ministério da Saúde.

A meta da campanha é que durante esta jornada sejam atendidas, aproximadamente, 500 mil pessoas que fazem parte do que se considera o “grupo de risco” para essa doença.

Segundo um estudo divulgado nesta semana pelo Ministério da Saúde, no próximo ano podem ser diagnosticados 576.580 novos casos de câncer no Brasil, frente aos 519.000 de 2012.

As previsões foram realizadas sobre a base de estatísticas da incidência do câncer no país e consideram que, dos 576.580 novos casos previstos para o próximo ano, 182 mil (31,5% do total) serão de pele. Essa previsão não inclui os casos de melanoma, que é o câncer mais comum no Brasil, mas não tão agressivo.

Segundo os últimos dados disponíveis, em 2011 foram registradas 184.384 mortes por câncer. Cerca de 30% correspondeu ao que afeta a pele, que, se não é tratado da forma adequada, pode se propagar para os outros órgãos.

Fonte: Terra.com.br